Número de mortos devido a terremoto no México sobe para 355

Cidade do México, 29 set (EFE).- O número de mortos devido ao terremoto de 19 de setembro na região central do México subiu nas últimas horas para 355, após vários corpos terem sido encontrados sob os escombros de um edifício da capital, onde ainda trabalham os grupos de resgate.

Ao atualizar o número preliminar de mortos pelo tremor de magnitude 7,1 na escala Richter, o coordenador nacional de Proteção Civil, Luis Felipe Puente, indicou que a Cidade do México registra o maior número de vítimas, com 214.

Nos demais estados afetados pelo terremoto registrado há dez dias, foram 74 mortos em Morelos, 45 em Puebla, 15 no Estado do México, seis em Guerrero e um em Oaxaca.

A estas vítimas se somam os quatro mortos do tremor do último sábado, cujo epicentro estava localizado em Oaxaca e foi uma réplica do terremoto de magnitude 8,2 de 7 de setembro, que por sua vez causou 98 mortes no sul do México.

Os três terremotos registrados nos dias 7, 19 e 23 de setembro no México ocasionaram 457 mortes, o maior número de vítimas desde o trágico de terremoto 1985 na Cidade do México, que segundo os cálculos deixou 20 mil mortos.

Segundo as primeiras estimativas do Governo, ainda preliminares, a reconstrução de casas, escolas e edifícios históricos danificados pelos terremotos terá um custo de mais de US$ 2 bilhões.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos