PUBLICIDADE
Topo

Taiwan condena oficiais da Marinha que mataram pescador com um míssil

30/09/2017 06h52

Taipé, 30 set (EFE).- A Justiça de Taiwan condenou a várias penas de prisão três oficiais da Marinha que lançaram um míssil supersônico em julho de 2016 e que matou um pescador, informou neste sábado o Tribunal do Distrito de Kaohsiung em um comunicado.

Os condenados são o tenente Hsu Po-wei, o suboficial Chen Ming-hsiu e o suboficial de segunda classe Kao Chia-chun, que foram sentenciados a 14 meses, dois anos e 18 meses de prisão respectivamente, pelo delito de homicídio negligente, ainda que a sentença possa sofrer apelação.

O acidente aconteceu no dia 1 de julho de 2016, quando Kao, ao qual Chen não estava supervisionando como devia, disparou um míssil contra vários navios desde uma corveta de 500 toneladas atracada na base naval de Kaohsiung.

O míssil atingiu o barco de pesca Hsiang Li Sheng, que navegava a cerca de 75 quilômetros da base naval desde a qual foi lançado, matando o capitão do pesqueiro, Huang Wen-Chung, e ferindo três membros da tripulação.

Durante o julgamento, Kao reconheceu sua negligência, enquanto que Chen e Hsu se declararam inocentes.

O Comando da Marinha aceitou o veredicto em um comunicado e prometeu oferecer ajuda legal a seus oficiais.