Trudeau condena ataques no Canadá: "Exemplo do ódio"

Toronto (Canadá), 1 out (EFE).- O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, condenou neste domingo os dois supostos ataques terroristas que deixaram cinco feridos na cidade de Edmonton, no noroeste do país, e os considerou "outro exemplo do ódio".

"Os primeiros relatórios indicam que este é outro exemplo do ódio, contra o qual devemos permanecer vigilante. Não podemos e não deixaremos que a violência extremista deixe raízes nas nossas comunidades. Sabemos que a força do Canadá provém da nossa diversidade e não seremos acovardados por aqueles que querem nos dividir e promover o medo", disse Trudeau em comunicado.

O chefe de polícia de Edmonton, Rod Knecht, explicou em coletiva de imprensa que um indivíduo de 30 anos de idade foi detido após supostamente esfaquear um agente, que não está em estado grave, e atropelar quatro pessoas com seu veículo.

Knecht também informou que no veículo do agressor foi encontrada uma bandeira do grupo jihadista Estado Islâmico. O chefe de polícia disse acreditar "que o indivíduo agiu solitariamente" e que, "dadas as provas", a investigação aponta para "atos de terrorismo".

Os ataques começaram no centro de Edmonton na noite de sábado, quando um agente policial que orientava o trânsito perto de um estádio de futebol foi primeiro a ser atropelado por um veículo e posteriormente esfaqueado pelo motorista. Após o ataque, o motorista fugiu a pé.

Na madrugada, a polícia localizou em um posto de controle o suposto autor do crime dirigindo uma caminhonete alugada. Quando os agentes tentaram fazer a detenção, o motorista iniciou uma fuga perseguido por 20 viaturas.

Ao longo da perseguição, o motorista atropelou quatro pedestres com a caminhonete. As autoridades ainda não informaram o estado dos feridos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos