Ataque com drone mata 8 combatentes do Hezbollah na Síria

Beirute, 2 out (EFE).- Pelo menos oito combatentes do grupo xiita libanês Hezbollah morreram nesta segunda-feira por um ataque de um drone, de origem desconhecida, no leste da província central síria de Homs, segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

A ONG apontou que há vários feridos neste ataque, alguns em estado grave, e não descartou que o número de mortos aumente.

O bombardeio aconteceu na chamada estação 3 do deserto oriental de Homs.

O Hezbollah participa com o Exército sírio nas operações contra o grupo terrorista Estado Islâmico (EI) na zona.

Por enquanto, a organização libanesa não confirmou estas mortes em suas filas.

Anteriormente, a agência de notícias oficial síria "Sana" tinha informado que o Exército Nacional tinha frustrado hoje um ataque do EI no leste da província de Homs e a 70 quilômetros da localidade monumental de Palmira.

A agência explicou que "meios de observação" detectaram o avanço de um comboio de veículos do EI que dirigia-se para o local.

O EI iniciou na quinta-feira um contra-ataque contra as forças armadas sírias e seus aliados em zonas do oeste da província de Deir ez Zor e do leste da vizinha Homs.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos