Atentado contra delegacia em Damasco deixa 11 mortos, segundo ONG

Beirute, 2 out (EFE).- Pelo menos 11 pessoas morreram nesta segunda-feira em um atentado contra uma delegacia no bairro de Al Midan, no centro de Damasco, segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos, que destacou que há um grande número de feridos.

A ONG apontou que houve três explosões, uma ocasionada por um carro bomba e outras duas por dois suicidas que usavam coletes com explosivos.

Em declarações à imprensa, o ministro do Interior da Síria, Mohamed al Shaar, explicou que um "grupo terrorista armado" tentou se infiltrar na delegacia e iniciou um confronto com os agentes na entrada do local.

Durante os choques, um dos suicidas detonou o colete de explosivos no acesso principal, enquanto o outro conseguiu chegar ao primeiro andar do edifício e foi perseguido pelos policiais e abatido, mas a bomba que carregava acabou explodindo.

Segundo Shaar, este ataque é uma "resposta às vitórias do Exército Árabe da Síria sobre o terrorismo".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos