Número de mortos no massacre de Las Vegas chega a 59, e o de feridos a 527

Las Vegas (EUA), 2 out (EFE).- O número de mortos no massacre ocorrido ontem à noite em Las Vegas subiu para 59, e o de feridos para 527, informaram autoridades locais nesta segunda-feira.

Em uma entrevista coletiva, Joe Lombardo, xerife do condado de Clark, onde fica Las Vegas, atualizou os dados e acrescentou que o autor dos disparos não somente estava com 18 armas, como também explosivos e outros dispositivos que estão sendo analisados.

Stephen Paddock, de 64 anos, fez os disparos do quarto que alugou no 32º andar do hotel Mandalay Bay na direção de milhares de pessoas que assistiam a um show de música country e depois cometeu suicídio.

Lombardo disse que os investigadores estão focados em quatro cenários principais do crime: o quarto no hotel Mandalay Bay, o local do show, a casa de Paddock na cidade de Mesquite e outra residência que ele tinha no norte do estado de Nevada.

No carro de Paddock, as autoridades também encontraram nitrato de amônio, ainda segundo Lombardo.

Além disso, o xerife foi perguntado sobre a companheira do autor dos disparos, uma mulher de origem asiática identificada como Marilou Danley, que, de acordo com ele, está fora do país, "aparentemente em Tóquio".

Lombardo confirmou que também está aberta uma investigação sobre essa mulher para esclarecer se ajudou Paddock a planejar o ataque, cuja possível ligação com o terrorismo internacional já foi descartada.

Por sua vez, o comissário do condado de Clark, Steve Sisolak,, agradeceu na mesma entrevista coletiva o apoio popular, já que "há filas de espera de seis a oito horas" em todos os postos de doação de sangue de sua jurisdição.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos