Papa lamenta massacre em Las Vegas e envia condolências às vítimas

Cidade do Vaticano, 2 out (EFE).- O papa Francisco lamentou nesta segunda-feira o massacre ocorrido em Las Vegas, no qual morreram pelo menos 50 pessoas e mais de 200 ficaram feridas, qualificou o episódio como uma "tragédia sem sentido" e enviou condolências aos feridos e às famílias das vítimas.

O Vaticano explicou em um comunicado que Francisco enviou um telegrama ao bispo de Las Vegas, Joseph Anthony Pepe, assinado pelo secretário de Estado, o cardeal Pietro Parolin.

Na mensagem, o pontífice se mostra "profundamente entristecido após saber das notícias" de Las Vegas e envia "sua proximidade espiritual aos afetados por esta tragédia sem sentido".

O papa também "elogia os esforços da polícia e dos serviços de emergência e promete orar pelos feridos e vítimas, confiando-lhes ao misericordioso amor de Deus".

O ataque aconteceu por volta das 22h de domingo (horário local, 1h de segunda-feira em Brasília), quando um indivíduo posicionado no 32º andar do hotel Mandalay Bayd atirou indiscriminadamente com um fuzil contra o público de um show de música country próximo ao edifício.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos