Investigação vê mulher de assassino de Las Vegas como "pessoa de interesse"

Las Vegas (EUA), 3 out (EFE).- Marilou Danley, mulher de Stephen Paddock, autor do massacre do último domingo em Las Vegas (EUA), no qual 59 pessoas morreram e mais de 500 ficaram feridas, foi declarada "pessoa de interesse" na investigação, podendo ter alguma relação com o caso, embora não seja considerada suspeita.

A informação foi confirmada em entrevista coletiva por Joe Lombardo, xerife do condado de Clark, onde fica a cidade de Las Vegas.

Ontem, a polícia local havia dito que, nesse ponto da investigação, não havia a crença de que ela tivesse envolvimento na preparação da matança.

O xerife foi perguntado sobre a informação dada hoje pela rede de televisão "NBC" sobre uma transferência de US$ 100 mil feita por Paddock na semana passada para uma conta nas Filipinas, país onde Danley nasceu e onde está atualmente.

"Não vamos comentar isso por enquanto, mas atualizaremos essa informação em breve. A investigação não acabou com a morte de Paddock", afirmou.

Segundo a "NBC", Danley, de 62 anos, tinha viajado para Hong Kong em 25 de setembro, três dias antes de Paddock se hospedar no hotel Mandalay Bay, de onde fez os disparos na direção do público do festival de música country Route 91 Harvest.

Fontes da investigação disseram ao canal que Danley voltará aos EUA amanhã.

Segundo essas mesmas fontes, o casal começou a se relacionar recentemente e vivia em Mesquite, cidade a cerca de 130 quilômetros de Las Vegas e na mesma casa onde a polícia encontrou 19 armas de fogo.

Paddock tinha outras 23 no quarto do Mandalay Bay, além de explosivos e munição. Lombardo, que classificou a situação como "preocupante", acrescentou que foram achadas outras sete armas de fogo em outra casa do atirador, em Rena, também no estado de Nevada.

"Esta pessoa se radicalizou sem que tivéssemos conhecimento disso? Estamos tentando responder essa pergunta", reconheceu Lombardo.

O xerife confirmou que todas as vítimas do tiroteio foram identificadas, com a exceçâo de três pessoas, um trabalho com o qual o FBI está colaborando, focado na coleta e comprovação de documentos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos