Universidade de Nairóbi é fechada após protestos estudantis

Nairóbi, 3 out (EFE).- A Universidade de Nairóbi decretou nesta terça-feira o seu fechamento por tempo indeterminado e o a evacuação dos seus alojamentos após os protestos dos alunos pela detenção de um deputado e antigo líder estudantil acusado de ter insultado publicamente o presidente do Quênia, Uhuru Kenyatta.

Os protestos pela detenção do deputado recentemente eleito Paul Ongili, candidato apoiado pelo principal partido da oposição, o Nasa, começaram na última quinta-feira.

Na ocasião, 27 estudantes ficaram feridos na violenta reação da polícia, que dispersou o protesto com cassetetes, gás lacrimogêneo e jatos de água.

Segundo fontes jurídicas citadas pelo jornal "Nation", os agentes inclusive exigiram dinheiro aos detidos para colocá-los em liberdade.

Os protestos se repetiram hoje com estudantes tomando as ruas adjacentes à universidade na capital queniana. No entanto, a imagem mais frequente foi a de centenas de jovens abandonando os alojamentos para cumprir a ordem da instituição.

"Anunciaremos quando poderemos voltar a abrir", apontou o porta-voz do Conselho universitário, que deu como justificativa para o fechamento a "deterioração geral da segurança".

O Quênia vive uma onda de protestos desde que o Tribunal Supremo anulou as eleições presidenciais de 8 de agosto por irregularidades na contagem dos votos e ordenou a repetição de todo o processo.

A campanha para a próxima votação, marcada para o dia 26 de outubro, transcorre em um ambiente de alta tensão, com contínuas manifestações de seguidores do partido presidencial e os da oposição.

A coalizão opositora exige a destituição da cúpula da Comissão Eleitoral, a quem o Supremo atribuiu a responsabilidade das irregularidades, enquanto o partido do presidente apresentou emendas à lei eleitoral para modificar o sistema de contagem de votos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos