Ataque mata 3 membros das forças especiais dos EUA em Níger

Washington, 4 out (EFE).- Três membros das Forças Especiais do Exército dos Estados Unidos morreram e outros dois ficaram feridos nesta quarta-feira após sofrerem uma emboscada em Níger enquanto faziam um patrulhamento de rotina no país.

"Podemos confirmar as informações de que uma patrulha conjunta dos Estados Unidos e de Nígel esteve sob fogo hostil no sudoeste do país", indicou o comandante Anthony Falvo, porta-voz do Comando da África do Exército dos EUA, ao jornal "The New York Times".

A emboscada ocorreu a cerca de 190 quilômetros ao norte de Niamey, capital de Níger, perto da fronteira do Mali, onde atuam militantes da Al Qaeda no Magrebe Islâmico.

Eles são as primeiras vítimas americanas em uma missão de capacitação e assistência das Forças Especiais ao Exército da Nigéria, que também recebe apoio nos setores de inteligência, vigilância e reconhecimento.

A porta-voz da Casa Branca, Sarah Sanders, disse que o presidente Donald Trump já foi informado do ocorrido.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos