"Nunca considerei deixar o posto" de secretário de Estado, diz Tillerson

Washington, 4 out (EFE).- O secretário de Estado dos Estados Unidos, Rex Tillerson, negou nesta quarta-feira que no verão tenha pensado em deixar o cargo pelos crescentes atritos com a Casa Branca, como indicou hoje a rede de televisão "NBC News", uma informação que foi duramente criticada pelo presidente Donald Trump.

"O vice-presidente (Mike Pence) nunca teve que me convencer a seguir como secretário de Estado porque nunca considerei deixar este posto", disse Tillerson em um comparecimento perante a imprensa no Departamento de Estado.

Segundo informou hoje a rede "NBC News", Pence teve que intervir para acalmar Tillerson e evitar que renunciasse, após meses de tensões com a Casa Branca que levaram o chefe da diplomacia americana a se referir a Trump como um "idiota".

Tillerson tachou essa informação de "mentirosa" e a atribuíu a um esforço de "alguns" para "semear a discórdia para impulsionar os seus próprios objetivos pisando nos outros, em uma tentativa de minar a agenda do presidente Trump".

"Não vou fazer parte desse esforço para dividir esta Administração", afirmou Tillerson, que não quis responder à pergunta se chegou a chamar Trump de "idiota" por considerar que tratava-se de uma questão "insubstancial".

A informação da "NBC News", que entrevista três funcionários familiarizados com o incidente, indica que Tillerson se referiu com esse adjetivo a Trump, após se reunir em 20 de julho no Pentágono com membros da equipe de segurança nacional da Casa Branca e funcionários do gabinete.

Segundo a rede, as tensões entre ambos chegaram a um ponto culminante no final de julho, quando o presidente americano, Donald Trump, deu um discurso de marcado tom político perante uma reunião da Boy Scouts, uma organização que Tillerson presidiu há anos.

Trump disparou hoje no Twitter contra a "NBC News" e falou que é "muito mais desonesta que a CNN", um dos meios de comunicação que mais despreza.

"(NBC) É uma desgraça para o bom jornalismo. Não há dúvida de por que os seus índices de audiência estão tão baixos", disse o governante, em uma aparente reação às informações envolvendo Tillerson.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos