Polícia marroquina apreende maior carga de cocaína na história do país

Rabat, 4 out (EFE).- A polícia do Marrocos deteve varias pessoas, todas de origem marroquina, ao desarticular uma rede de narcotraficantes que tinha em poder a maior carga de cocaína já apreendida na história do Marrocos, de quase 2,5 toneladas.

O chefe do Escritório Central de Investigações, Abdelhak Jiam, explicou nesta quarta-feira durante uma coletiva de imprensa que a operação para desarticular essa rede foi lançada na terça-feira, no norte e no oeste do país, e acabou com a detenção de 13 pessoas, entre elas espanhois e holandeses de origem marroquina.

"Confiscamos 2 toneladas e mais 388 quilogramas de cocaína pura, uma quantidade recorde", disse Jiam.

Além da cocaína, a polícia marroquina expropriou 105 quilogramas de haxixe, 394,5 mil euros e 172 mil dirhams (equivalente a 16 mil euros), mais oito veículos turísticos e caminhonetes (três deles com matrícula espanhola), dois fuzis de assalto e um telefone satélite.

O responsável marroquino explicou que essa rede, cuja estrutura é "similar a dos cartéis da América do Sul", era dirigida desde a prisão por dois crimonosos que estão detidos em Marrocos desde 2014 por tráfico de cocaína.

A autoridade crescentou que as investigações sobre essa rede, que traficava no Marrocos e exportava a outros países, como Espanha, Holanda e Alemanha, começaram nessa data.

Nessa mesma coletiva de imprensa, o porta-voz da polícia marroquina, Bubker Sabik, explicou que a análise do laboratório demonstrou que a cocaína confiscada tem um nível de concentração de 93%, e uma vez processada poderia alcançar no mercado um valor de US$ 2,75 bilhões.

Jiam explicou que perante as restrições impostas pelos Estados Unidos às rotas de transporte de droga, os cartéis de entorpecentes na América do Sul tentam enviar seus produtos ilegais ao mercado europeu através de rotas que passam por países subsaarianos.

A título de comparação, durante todo o ano 2016 foram confiscados um total de 1,58 mil quilos, e foi o ano em que mais cocaína foi interceptada no país, o que transforma a carga apreendida nesta semana em um fato sem precedentes.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos