Costa Rica reporta estradas bloqueadas e fecha 14 parques devido a Nate

San José, 5 out (EFE).- O governo da Costa Rica informou nesta quinta-feira que fechou 14 parques nacionais e que várias estradas importantes estão bloqueadas devido a deslizamentos e inundações provocadas pela tempestade tropical Nate, que já causou a morte de duas pessoas no país.

Com o objetivo de evitar riscos para os turistas, o Ministério de Ambiente e Energia ordenou o fechamento de 14 parques nacionais, a maioria deles nas províncias do Pacífico de Guanacaste e Puntarenas, que foram as mais afetadas.

"O Ministério de Obras Públicas e Transportes prossegue com seus esforços para restabelecer o tráfego nas vias mais importantes afetadas pelos deslizamentos provocados pelas fortes chuvas que causam impacto no país", indica um comunicado oficial.

O presidente da Costa Rica, Luis Guillermo Solís, declarou hoje emergência nacional pelos efeitos da tempestade tropical Nate, que desde quarta-feira, quando ainda era uma depressão tropical, afeta o país com fortes chuvas, principalmente nas províncias de Guanacaste e Puntarenas.

A Comissão Nacional de Emergências habilitou até o momento 80 abrigos em todo o país, onde estão refugiadas mais de 5 mil pessoas.

Seis das sete províncias da Costa Rica estão desde quarta-feira em alerta vermelho. Apenas a província de Limón (Caribe) está em alerta amarelo.

Até o momento, as autoridades confirmaram duas mortes em um deslizamento na província de Cartago (centro).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos