Paquistão diz que toda agência de espionagem tem conexões com terroristas

Islamabad, 5 out (EFE).- O Exército do Paquistão afirmou nesta quinta-feira que todas as agências de inteligência têm conexões com grupos terroristas, após a acusação do chefe do Estado Maior Conjunto dos Estados Unidos, o general Joseph Dunford, que os serviços de espionagem do país asiático têm vínculos com organizações insurgentes.

"Digamos o nome de uma agência de inteligência de algum país que não os tenha", disse em coletiva de imprensa o diretor do escritório de comunicação militar, general Asif Ghafoor, destacando que "ter conexões e apoiar são duas coisas diferentes".

Segundo o militar, ter relações com grupos terroristas pode ser positivo para acabar com as ameaças.

Ghafoor respondeu assim a Dunford, que na terça-feira afirmou ao Comitê dos Serviços do Exército do Senado que para ele "está claro" que a principal agência de inteligência paquistanesa, a ISI, tem conexões com grupos terroristas.

As afirmações do Exército paquistanês foram feitas em um momento de tensão entre os dois países.

O Paquistão rechaçou as acusações de que supostamente dá refúgio em seu território a grupos terroristas que promovem atentados em países vizinhos, como a facção dos talibãs Rede Haqqani, que o fazem no Afeganistão.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos