Tempestade tropical Nate deixa 2 mortos e 9 desaparecidos na Nicarágua

Manágua, 5 out (EFE).- A Nicarágua contabilizou nesta quinta-feira dois mortos e nove desaparecidos após a passagem da tempestade tropical Nate, informou o

Comitê Municipal para a Prevenção, Mitigação e Atenção aos Desastres (Comupred) do departamento de Rivas.

O organismo reportou hoje a segunda vítima do Nate, além de seis desaparecidos. Ontem, o governo tinha informado sobre uma morta e três desaparecidos no departamento de Chontales, por causa do mesmo fenômeno, que estava em fase de depressão tropical.

A segunda vítima foi identificada como Sobeyda Alemán Ortiz, de 30 anos. Ela estava dormindo em casa, na zona rural de San Juan del Sur, no sudoeste do país, quando o Rio Escameca transbordou e arrastou, além de Sobeyda, o marido e o filho. Os dois estão desaparecidos.

Outras quatro pessoas, entre elas dois menores de idade, desapareceram na área rural do município de Tola, também no sudoeste da Nicarágua, quando o Rio Ojochal encheu e invadiu as casas, conforme explicaram as autoridades de Rivas, em relatório preliminar. Até agora, Rivas é o departamento mais afetado pelo impacto de Nate.

Ruas bloqueada por árvores caídas, deslizamentos de terra, municípios isolados e 19 embarcações encalhadas, além do afundamento de parte da Rodovia Pan-Americana, estão entre os estragos causados pela tempestade.

Nate passou pela Nicarágua nesta manhã com ventos máximos de 65 km/h, de acordo com o Instituto de Estudos Territoriais da Nicaragua (Ineter).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos