Milhares de pessoas se despedem de ex-presidente iraquiano Jalal Talabani

Mossul (Iraque), 6 out (EFE).- Milhares de pessoas se despediram nesta sexta-feira do ex-presidente iraquiano Jalal Talabani, que morreu na terça-feira na Alemanha e cujo cortejo fúnebre passou pelas ruas da cidade curda de Suleimaniya, após a chegada de seus restos mortais no aeroporto da cidade.

Talabani, oriundo de Suleimaniya, foi enterrado com honras de Estado em uma cerimônia à qual estiveram presentes o presidente iraquiano, o curdo Fuad Masum; o presidente da região autônoma do Curdistão, Massoud Barzani; o ministro iraniano de Assuntos Exteriores, Mohamad Yavad Zarif, e o ministro de Interior iraquiano, Qasem Al Aarayi, entre outros.

Em meio às tensões entre a região autônoma e Bagdá pela realização em 25 de setembro do referendo de independência curda, os hinos nacionais iraquianos e curdos soaram no aeroporto, onde o caixão com os restos do líder curdo foi envolvido na bandeira do Curdistão.

Após a cerimônia nas instalações do aeroporto, onde o caixão chegou de avião apesar do bloqueio imposto por Bagdá aos voos internacionais à região autônoma, os restos de Talabani foram levados à grande mesquita de Suleimaniya.

Talabani, que morreu aos 83 anos em um hospital em Berlim, era considerado um dos principais defensores da causa curda e foi o primeiro presidente do Iraque de uma etnia não árabe, cargo que ostentou entre 2005 e 2014.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos