Número de soldados dos EUA mortos em emboscada no Níger sobe para 4

Washington, 6 out (EFE).- Os Estados Unidos elevaram nesta sexta-feira para quatro o número de soldados das Forças Especiais mortos em Níger após uma emboscada realizada por homens ainda não identificados na quarta-feira.

Inicialmente, o Pentágono informou que três soldados americanos e um nigeriano tinham morrido no confronto. Outros dois membros das Forças Especiais dos EUA ficaram feridos na ação.

A quarta vítima, no entanto, não é um dos feridos. O Comando Militar dos EUA na África (Africom) disse em comunicado que se trata de um quarto soldado, cujo corpo foi recuperado hoje.

A emboscada ocorreu a cerca de 190 quilômetros ao norte de Niamey, capital de Níger, e perto da fronteira com o Mali, onde militantes da Al Qaeda no Magrebe Islâmico atuam.

O Pentágono divulgou hoje as identidades dos três primeiros mortos. Eram os sargentos Bryan Black, Jeremiah Johnson e Dustin Wright. Todos pertenciam ao terceiro comando das Forças Especiais, com base em Fort Bragg, na Carolina do Norte.

Os EUA ainda não identificaram o quarto militar morto.

Eles são as primeiras vítimas americanas em uma missão de capacitação e assistência das Forças Especiais ao Exército da Nigéria, que também recebe apoio nos setores de inteligência, vigilância e reconhecimento.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos