Atentado contra palácio na Arábia Saudita mata 2 soldados da Guarda Real

Riad, 7 out (EFE).- Pelo menos dois soldados da Guarda Real da Arábia Saudita morreram neste sábado e outros três ficaram feridos em um ataque com arma de fogo contra um posto de controle do Palácio Real Al Salam, na cidade de Jeddah, informou o Ministério do Interior do país árabe.

Segundo o comunicado, um homem armado disparou de um veículo contra um posto de controle da Guarda Real saudita, que fica do lado de fora do complexo palaciano.

O Ministério do Interior indicou na nota que o incidente aconteceu às 3h25 locais deste sábado (21h25 de Brasília da sexta-feira), e acrescentou que o agressor, que conduzia um carro da marca Hyundai, foi abatido pelos guardas do posto de controle.

Segundo o ministério, o agressor era um cidadão saudita que foi identificado como Mansur bin Hassan bin al Amri, de 28 anos de idade.

O atirador levava consigo um fuzil Kalashnikov e três bombas, segundo a nota, que acrescentou que as investigações continuam e que não se sabe os motivos do ataque, se o agressor tinha ligação com alguma organização ou se agiu sozinho.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos