Bombardeio de coalizão liderada pela Arábia Saudita mata 12 civis no Iêmen

Sana, 7 out (EFE).- Um bombardeio da coalizão liderada pela Arábia Saudita causou a morte de 12 civis neste sábado e deixou outros dois feridos ao norte do porto da Al Mokha, no oeste do Iêmen, informou a emissora de televisão "Al Masirah", que é controlada pelos rebeldes xiitas houthis.

A fonte esclareceu que uma bomba atingiu uma casa situada na região de Al Zahari, ao norte de Al Mokha, no litoral do Mar Vermelho, o que provocou a morte dessas 12 pessoas, entre as quais havia mulheres e crianças.

A emissora acrescentou que as equipes de socorro continuam buscando desaparecidos sob os escombros da casa.

A região é cenário de combates entre os rebeldes houthis e as forças governamentais, que contam com apoio da coalizão árabe e avançam rumo ao norte, onde fica o porto de Al Hudaydah, que está sob controle dos rebeldes.

A Arábia Saudita criticou ontem a sua inclusão na lista "negra" da ONU pelas baixas de menores de idade no Iêmen causadas pela coalizão.

A aliança militar, que começou sua intervenção no Iêmen contra os rebeldes houthis em março de 2015, também manifestou seu total repúdio ao conteúdo da lista e mostrou suas reservas sobre as informações e "dados incorretos".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos