"Nate" se transforma em furacão de categoria 1 no Golfo do México

Washington, 7 out (EFE).- A tempestade tropical "Nate" se fortaleceu até virar um furacão de categoria 1, com ventos máximos de 120km/h, enquanto se desloca no Golfo do México, após deixar mais de 20 mortos na América Central, de acordo com o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (CNH).

"Nate" está localizado a mais 150 quilômetros do extremo oeste de Cuba e cerca de 800 quilômetros da foz do rio Mississipi.

"Nate", que - segundo o CNH - se desloca a cerca de 35km/h, tinha ganhado força em sua passagem pela Península de Yucatán, após ter deixado fortes chuvas na América Central, deixando pelo menos 20 mortos.

Está previsto que se fortaleça ainda mais nos próximos dias e que alcance como furacão a costa dos EUA entre a noite deste sábado e amanhã, para tocar a terra em algum ponto do Alabama, Mississipi e Luisiana, áreas que já estão sob aviso prévio.

O "Nate" também causará um aumento do nível do mar de até 1 metro acima dos níveis normais da maré na Península de Yucatán e nas ilhas adjacentes. Para esta ondulação ciclônica deve ser adicionada "ondas grandes e destrutivas" adverte o CHN.

A guarda costeira americana informou, hoje, que já forneceu pessoal e recursos para proceder com a assistência necessária após a passagem do ciclone nestas áreas.

Na Luisiana, o seu governador, John Bel Edwards, declarou o estado de emergência na última quinta-feira e desdobrou 3,5 mil efetivos da Guarda Nacional diante de um possível impacto direto do ciclone.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos