Operação no Iraque mata pelo menos 46 membros do EI

Bagdad, 7 out (EFE).- Pelo menos 46 membros do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) morreram e vários ficaram feridos em um bombardeio da aviação iraquiana contra posições do grupo na província da Al Anbar, no oeste do Iraque, informou neste sábado em um comunicado o Ministério de Interior iraquiano.

A nota explica que foi lançada uma operação contra "três posições importantes da banda terroristas do EI no oeste de Al Anbar mediante aviões das forças aéreas".

O comunicado indica que os aviões tiveram como alvo uma reunião de líderes militares do EI na cidade de Al Qaim, situada na fronteira com a Síria.

Segundo a fonte, o grupo de líderes planejava realizar ataques contra Bagdá e Al Najaf.

O bombardeio provocou a morte de 20 radicais, entre eles líderes e, além disso, deixou outros feridos e destruiu dois veículos.

Os aviões destruíram também uma oficina onde eram colocadas bombas em veículos.

Neste ataque também foram destruídos três carros-bomba e 12 membros extremistas, entre eles especialistas de explosivos de nacionalidade estrangeira, perderam a vida.

O ministério indicou que outro bombardeio alcançou uma posição de suicidas do Estado "de Bagdá" no bairro 7 Nisan e causou a morte de 14 terroristas, bem como a destruição de cinturões explosivos e munição.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos