Autoridades de Erbil e Bagdá se reúnem por situação após referendo curdo

Erbil (Iraque)/ Bagdá, 8 out (EFE).- As autoridades da região autônoma do Curdistão iraquiano e do Governo Central de Bagdá se reuniram neste domingo no norte de Erbil para abordar e tentar acalmar a situação política após o referendo de independência realizada em 25 de setembro.

O presidente curdo, Massoud Barzani, se reuniu com o do Parlamento iraquiano, Salim al Jaburi, na cidade de Saladino (no norte de Erbil, capital do Curdistão), e ambos pediram "calma perante a situação política" e diálogo "com uma agenda aberta", indica um comunicado da Presidência do Curdistão.

Segundo a nota, Barzani e Al Jaburi sublinharam que nesta chamada ao diálogo deve haver "uma participação ampla de todas as partes envolvidas para chegar a uma solução aos problemas pendentes" entre Erbil e Bagdá.

Após os resultados a favor da independência pelo Curdistão, uma consulta rejeitada por Bagdá, tanto o Governo Central como os países vizinhos - o Irã e a Turquia - tomaram uma série de medidas para castigar a região autônoma por ter realizado este referendo, que acentuaram de "anticonstitucional".

Em outro comunicado, Al Jaburi indicou que o objetivo da reunião era "deter a deterioração das relações (...) e as consequências graves" do referendo.

O texto aponta que todas as partes querem "buscar uma saída e acabar com a crise" entre os dois Governos.

Além disso, Al Jaburi apontou para "a importância da unidade do Iraque e da segurança de seu povo" e de "recorrer à Constituição iraquiana".

É a primeira vez que o presidente do Parlamento iraquiano visita o Curdistão após a realização da consulta de autodeterminação, no dia seguinte que o Ministério de Assuntos Exteriores iraquiano confirmou a solicitação à Turquia e ao Irã para fechar todas as passagens fronteiriças com essa região.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos