Centenas de pessoas apoiam em Barcelona Polícia e Guarda Civil espanholas

Barcelona, 8 out (EFE).- Cerca de 400 pessoas, convocadas por associações contrárias à independência da Catalunha, se concentraram neste domingo em Barcelona para agradecer à Polícia e à Guarda Civil espanholas a defesa da ordem constitucional e o seu "exemplar comportamento" no dia 1 de outubro, quando se realizou um referendo de independência suspenso pela Justiça.

Atrás de uma faixa com a lema "Barcelona sempre com a Espanha", os concentrados, que devem se unir a outra mobilização na qual está previsto que participe o escritor peruano Mario Vargas Llosa, gritaram palavras de ordem como "Puigdemont na prisão" e "Esta é nossa Polícia".

Também gritaram "Não estão sozinhos" às forças de segurança do Estado espanhol e exibiram bandeiras espanholas e catalãs.

Em declarações à Efe o presidente da Junta de Governo do Agrupamento cívico-social da Guarda Civil, Pablo Vázquez, pediu ao governo dessa região que "tudo volte à normalidade e deixe de enfrentar os catalães", ao mostrar-se convencido de que o diálogo vai triunfar.

O ato acontece sob a lema "Democracia, democracia, democracia. Obrigado, Guarda Civil e Polícia Nacional, por defendê-la".

Para a associação Espanya i Catalans, "passou o tempo dos apelos ao sendo comum" e chegou o momento de restabelecer "sem hesitações, como manifestou Felipe VI, a ordem constitucional".

Esta organização denuncia os "vergonhosos eventos" protagonizados pelos membros do Governo da Catalunha e da Polícia autônoma (Mossos d'Esquadra) no dia 1 de outubro e exige o fim do que qualificam como "intentona golpista" por parte do Governo catalão.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos