Filipinas deportará aos EUA Rusell Salic por planejar atentados em Nova York

Manila, 8 out (EFE).- As autoridades da Filipinas anunciaram neste domingo que extraditarão aos Estados Unidos o filipino Rusell Salic, acusado de planejar vários atentados em diversas zonas de Nova York, como Times Square, a rede de metrô e shows.

O secretário de Justiça das Filipinas, Vitaliano Aguirre, informou em um comunicado que serão iniciados os trâmites de extradição.

Salic, de 37 anos e médico, foi detido em abril deste ano na Filipinas e se encontra sob a custódia da polícia filipina.

Segundo as Forças Armadas do país, Salic proporcionava fundos a jihadistas no Oriente Médio, Estados Unidos e Malásia e era muito ativo nas redes sociais e portais usados pelo Estado Islâmico (EI).

O Departamento de Justiça dos EUA informou na sexta-feira que Nova York tinha acusado três pessoas de planejar atentados na cidade durante o verão de 2016: o americano Talha Haroon, de 19 e residente no Paquistão; o canadense Abdulrahamn El Bahnasawy, de 19; e Salic.

Os acusados, todos eles detidos, pretendiam mostrar com estes ataques apoio ao EI.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos