Maduro acredita que diálogo com oposição reiniciará esta semana

Caracas, 8 out (EFE).- O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, estimou neste domingo que o diálogo político entre o seu governo e a oposição será retomado esta semana assim que, segundo ele, for concluída a redação um documento, que apresenta "um avanço de 95%".

"Eu acredito que na próxima semana, como estabelecemos com a oposição, novamente se reinstale a mesa de diálogo pela paz e a soberania", disse o governante através do seu programa televisivo dominical "Domingos com Maduro".

O chefe de Estado assegurou que o processo iniciado em 13 de setembro na República Dominicana continua e indicou que "um documento está sendo redigido", e que está 95% concluído.

Na última quarta-feira, o negociador da oposição, o deputado Luis Florido, negou que houvesse avanços neste processo, depois que o presidente Maduro disse na Rússia que estão próximos de alcançar um primeiro acordo.

Florido assegurou que o início de um "processo de negociação" ainda está "longe" e atribuiu essa lentidão ao governo, que "não avançou um centímetro sequer".

Segundo o opositor, Maduro insiste com essas afirmações para "gerar alvoroço e confusão na população, como se houvesse um processo oculto".

As aproximações, pelo menos públicas, para um novo e eventual diálogo político na Venezuela iniciaram em setembro, no meio de um ambiente eleitoral que mantém a atenção de ambos os lados.

No entanto, não houve um segundo encontro entre as partes no dia 27 de setembro, tal e como tinha sido estipulado, devido ao fato de a oposição ao chavismo afirmar que ainda espera garantias do governo para continuar com as negociações, enquanto o oficialismo garante que há encontros "informais".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos