Sudão amplia cessar-fogo em áreas de conflito até o fim deste ano

Cartum, 8 out (EFE).- O presidente do Sudão, Omar al Bashir, anunciou neste domingo o prolongamento até o dia 31 de dezembro deste ano do cessar-fogo nas regiões de conflito no país africano, informou a agência oficial de notícias sudanesa, "SUNA".

O decreto presidencial foi assinado para "preparar um clima de negociações para a região do Kordofan do Sul e do Nilo Azul, e de assegurar o compromisso do governo para conseguir a paz e a estabilidade no país", indicou a fonte.

As regiões de Kordofan do Sul e Nilo Azul, assim como a de Darfur, são cenário de violência entre rebeldes e o exército nacional há muitos anos, e ambos os lados mantiveram - sem sucesso - várias rodadas de negociações para se chegar a uma solução.

Darfur é a zona mais afetada pela violência entre movimentos rebeldes e as tropas governamentais, que causou 300 mil mortos e obrigou 2,7 milhões de pessoas a deixarem suas comunidades de origem, segundo dados da ONU.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos