Ex-diretor do FMI, Strauss-Kahn se casa pela quarta vez

Paris, 9 out (EFE).- O francês Dominique Strauss-Kahn, ex-diretor do Fundo Monetário Internacional (FMI) e protagonista de famosos escândalos de conteúdo sexual, se casou pela quarta vez no final de semana com a marroquina Myriam L'Aouffir, informaram nesta segunda-feira os meios de comunicação franceses.

O casamento aconteceu em Marrakech, quatro anos depois de o casal oficializar a relação.

Strauss-Kahn, de 68 anos, passa de novo pelo altar após seus casamentos com Hélène Dumas, Brigitte Guillemette e Anne Sinclair, de quem, após 20 anos, se separou em 2012, um ano após a acusação de abuso sexual por parte de uma funcionária de hotel em Nova York que lhe custou seu cargo no FMI.

O político socialista, que até então era tido como um candidato com possibilidades para assumir a Presidência francesa, está agora aposentado da vida política e praticamente também do foco midiático, apesar das aparições públicas pontuais com sua nova esposa.

A mulher nasceu em Rabat há 49 anos e completou sua formação no âmbito audiovisual na França. Ex-encarregada de comunicação da rede pública "France Télévisions", segundo lembra o canal "BFM TV", tem atualmente seu próprio negócio.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos