Mark Rutte confirma acordo de Governo na Holanda

Haia, 9 out (EFE).- O primeiro-ministro da Holanda, Mark Rutte, confirmou nesta segunda-feira que os quatro partidos que negociavam um pacto de Governo chegaram a um acordo que contará com o apoio de 76 deputados em um Parlamento de 150 cadeiras, após a negociação mais longa desde a Segunda Guerra Mundial.

"Estamos muito contentes, fechamos um acordo de Governo", declarou Rutte à imprensa após sair da reunião com os negociadores dos quatro partidos.

O pacto foi assinado por dois partidos liberais - VVD e D66 - e dois de corte religiosa - CDA e União Cristã -, os quais deverão agora informar aos seus grupos parlamentares sobre o conteúdo do acordo.

Está previsto que o acordo seja apresentado ao público amanhã, ainda que alguns deputados dos partidos possam pedir a seus líderes algumas pequenas mudanças.

O líder do democrata-cristão CDA, Sybrand Buma, se mostrou convencido de que trata-se de um bom acordo, que deixa seu partido "em uma posição muito positiva".

A negociação foi especialmente complicada devido às grandes diferenças entre o liberal progressista D66 e a União Cristã, que divergiam em temas relacionados com a possível extensão da lei de eutanásia e da ética médica.

O líder de União Cristã, Gert-Khan Segers, assegurou que o trabalho de seus negociadores no texto estipulado é "reconhecível", apesar de se tratar do menor parceiro do acordo.

Nesta semana será realizado um debate no Parlamento e, se não houver surpresas, Rutte será indicado como "formador" de Governo. EFE

dmu/ff

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos