Dois pilotos russos morrem após colisão de avião em base aérea síria

Moscou, 10 out (EFE).- Dois pilotos russos morreram, nesta terça-feira, após seu avião, um Su-24, colidir na base aérea de Khmeimim, na província de Latakia, na Síria, segundo informações do Ministério de Defesa da Rússia.

O avião, um bombardeio, caiu quando saiu da pista, no momento em que decolava para cumprir uma missão, de acordo com a versão divulgada pela assessoria de imprensa do ministério.

O acidente, segundo o ministério russo, que não causou danos nas instalações da base aérea, mas pode ter acontecido por uma falha técnica do avião.

Khmeimim recebe, desde setembro de 2015, um agrupamento aéreo russo, que ajuda o Exército sírio na luta contra os jihadistas do Estado Islâmico (EI).

O porta-voz do Ministério da Defesa da Rússia, general Igor Konashenkov, declarou hoje que nos últimos dias, os jihadistas do EI tentam enviar para Síria novas forças a partir do vizinho Iraque.

O general russo destacou que a coalizão internacional, liderada pelos Estados Unidos, diminuiu consideravelmente seus ataques contra o EI no Iraque, o que "curiosamente" coincidiu com o envio de reforços jihadistas para Síria a partir deste país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos