Sobe para 13 o número de mortos em incêndios no norte da Califórnia

Los Angeles (EUA), 10 out (EFE).- Pelo menos 13 pessoas morreram pelos incêndios no norte da Califórnia, nos Estados Unidos, que desde o último domingo arrasaram mais de 46,5 mil hectares, segundo a última atualização oferecida nesta terça-feira pelo Departamento Florestal e de Proteção contra Incêndios da Califórnia.

As 13 mortes foram causadas pelos focos declarados nos condados de Sonoma, Mendocino, Napa e Yuba.

As autoridades explicaram que pelo menos 1.500 edifícios foram destruídos pelas chamas de 17 incêndios diferentes que se alastraram por nove condados do norte do estado.

O escritório do xerife do condado de Sonoma disse hoje que a polícia recebeu relatos de cerca de 150 pessoas desaparecidas.

"Temos certeza que muitas dessas pessoas serão encontradas a salvo e reunidas com seus entes queridos, mas, infelizmente, estamos preparados para encontrar mais vítimas", acrescentou o xerife.

Os serviços de emergência assinalaram hoje que os fortes ventos que ajudaram o fogo a se propagar com rapidez perderam força, o que, junto com a queda das temperaturas, contribuiu para que os bombeiros progredissem em seus trabalhos para controlar os incêndios durante a última noite.

O governador da Califórnia, Jerry Brown, declarou na segunda-feira o estado de emergência nos condados atingidos pelo fogo.

Os incêndios começaram, por causas ainda desconhecidas, na noite de domingo, por volta das 22h locais (3h da segunda-feira em Brasília) e se alastraram a grande velocidade a partir do condado de Napa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos