Democrata defende no Congresso pedido de impeachment contra Trump

Washington, 11 out (EFE).- O congressista democrata Al Green apresentou nesta quarta-feira, de maneira formal na Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, a argumentação que baseia seu pedido de impeachment contra o presidente Donald Trump.

O congressista pelo Texas disse que Trump "solapou" a integridade de seu mandato e causou "dano imediato" à sociedade americana. Green já tinha mostrado a intenção de apresentar o pedido de impeachment em maio, afirmando na época que Trump havia cometido crime de obstrução de Justiça durante a investigação sobre a possível interferência da Rússia nas eleições de 2016.

Hoje, no entanto, Green disse não acreditar ser preciso que o presidente cometa um crime para ser afastado do cargo. E acusou Trump de estar "revivendo a máquina de ódio da alt-right", termo pelo qual é conhecido a direita radical alternativa nos EUA.

O congressista também alegou que o presidente não está apto para o cargo e por isso pediu a invocação com o Artigo 2 da Constituição, relativo ao processo de impeachment.

Green é o segundo congressista democrata a pedir a abertura de um processo de impeachment contra Trump. Em julho, Brad Sherman, representante da Califórnia, foi quem apresentou formalmente uma solicitação, ao considerar que o presidente obstruiu a Justiça na investigação do escândalo russo.

Para aprovar um acusação formal na Câmara dos Representantes, é preciso uma maioria simples. No entanto, os republicanos controlam a casa por ampla maioria, tornando quase impossível qualquer avanço das propostas de Green e Sherman.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos