Atentado do EI contra deslocados deixa 18 mortos no nordeste da Síria

Beirute, 12 out (EFE).- Um atentado com carro-bomba cometido nesta quinta-feira pelo grupo jihadista Estado Islâmico (EI) deixou ao menos 18 mortos no nordeste da Síria, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

O diretor da ONG, Rami Abderrahman, disse à Agência Efe por telefone que o ataque teve como alvo um grupo de deslocados que tentavam escapar da violência de Deir ez Zor e aguardavam a permissão das forças curdas para atravessar até a província vizinha de Al Hasakah.

Entre os mortos pelo ataque jihadista há civis e integrantes da força de segurança curda "Asayish". Abderrahman não descartou que o número de mortos aumente porque muitos feridos.

O sul de Al Hasakah e Deir ez Zor são alvos da atual ofensiva das Forças da Síria Democrática (FSD), uma aliança liderada por milícias curdas e apoiadas pelos Estados Unidos contra os extremistas.

De acordo com o Observatório, as FSD alcançaram nesta quinta-feira os arredores da população de Markada, o principal reduto do EI no sul de Al Hasakah, onde ocorreram conflitos entre ambos os lados.

As FSD também fazem outra campanha contra os radicais na cidade de Raqqa, onde já assumiram o controle de 90% da cidade. Em paralelo a estas operações das FSD, as forças governamentais sírias lutam contra o EI em Deir ez Zor e outras áreas do país, onde tomaram terreno dos jihadistas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos