Kaspersky nega uso de antivírus para obter informações secretas dos EUA

Nova York, 12 out (EFE).- A produtora de softwares russa Kaspersky Lab classificou como "afirmações sem fundamento" as recentes notícias que citam o possível uso do antivírus da empresa pelas autoridades russas para obter informações sigilosas dos Estados Unidos.

"The Wall Street Journal" publicou na quarta-feira que, segundo suas fontes, o antivírus Kaspersky se transformou em uma "ferramenta" de espionagem para o governo russo.

Em comunicado, a Kaspersky Lab afirma que "não esteve envolvida e não possui nenhum conhecimento" sobre o assunto e reitera a sua "disposição para trabalhar junto às autoridades americanas para resolver qualquer problema que tenham acerca de seus produtos, bem como de seus sistemas".

"Como não foi apresentada nenhuma evidência, a Kaspersky Lab não pode investigar estas afirmações sem fundamento, e se há alguma indicação que os sistemas da companhia podem ter sido explorados, respeitosamente solicitamos que as partes pertinentes responsavelmente proporcionem informação verificável à empresa", acrescenta a nota.

"É decepcionante que estas afirmações não verificadas continuem perpetuando a narrativa de uma companhia que, nos seus 20 anos de história, nunca ajudou nenhum governo no mundo com os seus esforços de ciberespionagem", argumentou a empresa.

De acordo com o jornal americano, que citava fontes oficiais não identificadas que teriam conhecimento sobre estas manobras, o acesso supostamente foi feito graças a uma modificação no antivírus para buscar documentos classificados como "top secret" (altamente secretos) e que poderiam conter informação confidencial do governo.

As fontes da publicação acreditam que essa modificação só poderia ter sido realizada com o conhecimento da companhia, Kaspersky Lab, que tem sede em Moscou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos