Trump adverte que apoio federal a Porto Rico após furacões não será eterno

Washington, 12 out (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, alertou nesta quinta-feira que o apoio do governo federal para a reconstrução de Porto Rico após a passagem de dois furacões não pode ser eterno, ao insistir que a infraestrutura e a rede elétrica da ilha já eram um "desastre" antes da catástrofe.

"Não podemos manter a FEMA (Agência Federal de Gestão de Emergências), os militares e o pessoal de emergência, que foram extraordinários (sob as circunstâncias mais difíceis) em Porto Rico para sempre", disse Trump pelo Twitter.

A FEMA coordena os trabalhos de ajuda de agências federais dos EUA em Porto Rico, onde mais de 10 mil membros de diferentes departamentos do país cooperam sobre o terreno.

Na opinião de Trump, o Congresso americano deveria decidir agora "o quanto gastar" para ajudar na reconstrução de Porto Rico.

A ilha, Estado Livre Associado dos EUA, ficou devastada após a passagem de dois furacões que deixaram quase 50 mortos e danos que podem superar os US$ 80 bilhões, segundo as primeiras estimativas.

A falta de mantimentos, água e comida segue sendo um grave problema em muitos municípios, e a maior parte da ilha segue sem eletricidade.

A rede elétrica e toda a infraestrutura "já eram um desastre antes dos furacões", ressaltou Trump, cuja resposta diante da crise humanitária na ilha foi muito criticada.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos