Trump nomeia aliada de Kelly para comandar Departamento de Segurança Nacional

Washington, 11 out (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, nomeou oficialmente nesta quinta-feira Kirstjen Nielsen, uma especialista em cibersegurança e gestão de desastres muito próxima ao chefe de gabinete da Casa Branca, John Kelly, para o comando do Departamento de Segurança Nacional.

Caso tenha seu nome confirmado pelo Senado, Nielsen, de 45 anos, estará à frente do órgão responsável por implementar a política migratória dos EUA, incluindo o plano de construção de um muro na fronteira com o Mèxico, além de outros assuntos relacionados com a gestão de desastres do país.

"Peço ao Senado que deixe de lado a política e confirme essa candidata com tremendo talento. Não será necessário treinar Kirstjen para esse cargo. Ela está preparada desde o início", disse Trump em uma cerimônia com a nova nomeada na ala oeste da Casa Branca.

Nielsen será a primeira indicada ao comando do Departamento de Segurança Nacional que já trabalhou no órgão, criado em 2002 como parte da resposta aos atentados de 11 de setembro do ano anterior.

Ela foi chefe de gabinete de Kelly durante os seis meses que o ex-general esteve no mesmo cargo que poderá assumir agora. E também trabalhou no departamento no governo de George W. Bush.

Quando Kelly deixou a Segurança Nacional para se tornar chefe de gabinete da Casa Branca, Kelly o acompanhou como assessora. No cargo, ela ficou encarregada de executar os planos do general reformado para impor certa disciplina no governo.

Críticos de Nielsen, no entanto, afirmam que ela é muito dura e se mostrava indiferente aos pedidos dos funcionários.

"Fico honrada com a confiança que o presidente depositou em mim", disse a indicada a Trump na cerimônia, na qual prometeu liderar com eficácia a extraordinária equipe do departamento.

A aprovação da nomeação depende do Senado, onde serão necessários 50 votos. Percebida como uma pessoa competente, independente e com experiência, ela não parece que não terá problemas para conseguir o respaldo dos senadores.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos