Bombardeios dos EUA no leste do Afeganistão matam pelo menos 30 membros do EI

Cabul, 13 out (EFE).- Pelo menos 30 membros do grupo jihadista Estado Islâmico (EI) morreram e outros seis ficaram feridos por bombardeios americanos em duas províncias orientais afegãs durante as últimas 24 horas, informaram nesta sexta-feira fontes oficiais.

Os dois ataques aéreos ocorreram ontem à noite nas províncias de Kunar e Nangarhar.

O governador de Kunar, Wahidullah Kalimzai, disse à Agência Efe que o bombardeio de um drone americano no distrito de Sawkai deixou pelo menos 15 mortos e um ferido.

"Todos os mortos são membros do Daesh (acrônimo do EI em árabe), que estavam em uma reunião", assegurou Kalimzai.

Entre os mortos há vários líderes do EI, declarou à Agência Efe o porta-voz do governador de Kunar, Abdul Ghani Musamim, que revelou que os representantes de sua administração levados à zona do ataque "não informaram sobre vítimas civis no bombardeio".

No outro ataque aéreo em Nangarhar, outros 15 jihadistas morreram e cinco ficaram feridos, segundo informou em um comunicado o escritório do Governador provincial.

Nangarhar é considerado um dos redutos do EI no país e em abril foi alvo do bombardeio dos EUA com um projétil GBU-43, conhecido como "a mãe de todas as bombas", que deixou cerca de 100 mortos entre os jihadistas, segundo fontes oficiais.

O Comando Central das Forças Aéreas dos EUA divulgou recentemente uma série de dados (entre janeiro de 2012 e setembro de 2017) nos quais revelou que tinham ocorrido 751 ataques aéreos no Afeganistão nesse último mês, superando agosto de 2012, com 589.

Esse aumento "pode ser atribuído", segundo a informação do Comando Central, à nova estratégia no Afeganistão anunciada em agosto pelo presidente americano, Donald Trump, na qual pediu aumento dos ataques contra os insurgentes no país

O conflito afegão só piorou após o final da missão de combate da Otan no começo de 2015 e neste momento o Governo apenas tem controle de 57% do território afegão.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos