Grande ato encerra centenário das aparições em Fátima

Lisboa, 13 out (EFE).- Uma grande missa celebrada pelo bispo de Leiria-Fátima marcou nesta sexta-feira o fim das comemorações feitas ao longo do ano para festejar o centenário das aparições de Nossa Senhora aos três pastorinhos.

Milhares de pessoas se reuniram na esplanada do Santuário de Fátima para lembrar o último dos episódios de 1917 que transformaram o pequeno município português: o "Milagre do Sol". Conforme os relatos da época, em 13 de outubro daquele ano, cerca de 50 mil pessoas viram o Sol girando no céu, tal qual a Virgem tinha anunciado para Lúcia, Jacinta e Francisco na aparição de 13 de maio.

Durante a missa, o bispo António Marto destacou que, ao término do centenário, o maior desafio será manter o contato e o interesse espiritual do homem. Ele também pediu orações diante dos desafios da atualidade, entre eles o terrorismo e a ameaça nuclear, que "é tão aguda agora como há 50 anos".

O evento de hoje, que terá presença do presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, põe fim a vários meses de celebrações e que tiveram o seu ponto alto em maio, com a visita do papa Francisco. Foi exatamente no dia 13, quando se cumpriam 100 anos da primeira aparição, que os irmãos Jacinta e Francisco Marto foram declarados santos.

Os relatos das aparições transformaram Fátima em um lugar de peregrinação, que todos os anos recebe milhares de fiéis.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos