Homem é detido por jogar ovos contra comitiva de presidente da Argentina

Buenos Aires, 13 out (EFE).- A Polícia argentina deteve nesta sexta-feira um homem na província de La Pampa (centro) por ter, supostamente, jogado ovos ontem contra a comitiva que contava com a presença do presidente Mauricio Macri durante uma atividade eleitoral, informaram fontes oficiais.

O detido, segundo apontou o Ministério de Segurança em um comunicado, se chama Aníbal Prina e tinha participado das eleições primárias legislativas de 13 de agosto como pré-candidato a deputado nacional pelo grupo opositor Frente Peronista Barrial, de vertente kirchnerista.

A Justiça iniciou uma investigação depois de um grupo de manifestantes ter lançado ovos contra o automóvel no qual Macri viajava para liderar um ato de campanha.

A partir de trabalho de inteligência, a Polícia Federal deteve Prina no Campo de Agronomia, La Pampa.

O texto divulgado acrescenta que Prina reconheceu "em primeira pessoa" os ataques perpetuados em uma publicação através da rede social Facebook.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos