Juncker diz que independência catalã pode inspirar outras regiões da Europa

Bruxelas, 13 out (EFE).- O presidente da Comissão Europeia (CE), Jean-Claude Juncker, assegurou hoje que se a Catalunha confirmar sua independência da Espanha, outras regiões europeias fariam o mesmo, acrescentando que o Executivo da União Europeia (UE) não atua como mediador nessa situação, pois criaria "mais caos" no bloco.

"Se a Catalunha se transforma em (um Estado) independente, outros fariam o mesmo. Não gosto disso", afirmou Juncker, durante um diálogo com estudantes na Universidade de Luxemburgo.

O ex-premiê do Grande Ducado acrescentou que não lhe agradaria ter dentro de alguns anos uma União Europeia de 98 países, porque já é "suficientemente difícil" com 27, com muitos mais "seria impossível".

Sobre as negativas da Comissão de intermediar entre Madri e Barcelona, Juncker explicou que ele negocia somente entre Estados-membros do bloco.

"Durante algum tempo, pedi ao presidente do Governo espanhol que tomasse iniciativas para que a situação na Catalunha não se transformasse no que é agora", declarou o luxemburguês.

Juncker comentou que todo mundo "tenta encontrar sua própria identidade a seu próprio modo e acredita que essa identidade não pode viver em paralelo com as identidades de outras pessoas".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos