Polícia do Quênia dispersa manifestantes que burlaram proibição a protestos

Nairóbi, 13 out (EFE).- A polícia queniana enfrentou nesta sexta-feira os manifestantes que tentaram burlar a proibição de protestar nas três principais cidades do país - Nairóbi, Mombaça e Kisumu -, que foram dispersados com gás lacrimogêneo, o que deixou um grande número de feridos, informou a imprensa local.

O Executivo proibiu ontem estas manifestações, convocadas pelo principal partido da oposição, a Super Aliança Nacional (NASA, sigla em inglês), devido a "uma escalada de ilegalidade" provocada pela destruição e o saque de propriedades durante alguns protestos.

No entanto, líderes da NASA qualificaram de "ilegal" esta medida e depois anunciaram que continuariam exercendo o direito a se manifestar para "libertar a maioria dos quenianos do governo autocrático" e manter suas exigências de reforma da Comissão Eleitoral.

Em Nairóbi, a forte presença policial no centro da cidade - o principal parque da zona estava isolado para algumas manobras militares - impediu o acesso dos manifestantes à rua onde se encontra a sede da Comissão, indica o jornal "Daily Nation".

Similar situação foi vivida em Kisumu (oeste), onde as forças de segurança bloquearam as estradas que levam ao centro e repeliram os manifestantes nos arredores, enquanto em Mombaça (sudeste) o choque com a polícia foi em um parque.

Os protestos se repetiram por outras partes do país como Homa Bay (leste), onde uma mulher de 70 anos e um motorista de boda-boda - os populares moto-táxis quenianos - foram levados a um hospital próximo após terem sido atingidos por disparos.

Nas últimas semanas, a NASA tinha convocado manifestações para todas segundas-feiras, quarta-feira e sexta-feira prévias à repetição das eleições presidenciais, fixadas para o dia 26.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos