Seguem em estado crítico 45 feridos no tiroteio de Las Vegas

Las Vegas (EUA), 13 out (EFE).- Quarenta e cinco pessoas que ficaram feridas pelos disparos do autor do massacre de Las Vegas, Stephen Paddock, seguem nesta sexta-feira hospitalizadas em estado crítico.

O xerife do condado Clark, Joseph Lombardo, apontou hoje em uma entrevista coletiva que a autópsia não forneceu detalhes de problemas ou condições no cérebro de Paddock que possam explicar a causa do tiroteio que matou 58 pessoas que assistiam a um concerto ao ar livre e deixou quase 500 feridos.

Não entanto, o cérebro de Paddock foi entregue a um instituto especializado para fazer novas investigações.

Grande parte da entrevista coletiva se centrou na discrepância surgida acerca da cronologia dos fatos. Embora inicialmente tenha sido dito que o segurança Jesús Campos foi atacado a tiros por Paddock às 21h59 (horário local), Lombardo esclareceu que nesse momento Campos tentou romper a barricada que o agressor tinha montado na porta do quarto no hotel Mandalay Bay, por isso os disparos contra ele poderiam ter acontecido depois.

"Mantenho o horário de 21h59 (...), não estava errado quando o disse", esclareceu o xerife. "As circunstâncias associadas à essa hora são imprecisas", acrescentou no entanto.

Muitos se perguntavam por que tiveram que passar seis minutos antes de as autoridades e o corpo de segurança do hotel chegarem para tentar deter o massacre.

A empresa MGM Resorts, proprietária do hotel, divulgou na quinta-feira um comunicado em que se declarou inconforme com o primeiro relatório cronológico entregue pelas autoridades ao público.

"Apesar de preferirmos não comentar os detalhes da investigação, estamos emitindo esta declaração para corrigir parte da informação errônea que foi divulgada. O horário de 21h59 derivou de um relatório do Mandalay Bay criado manualmente após o fato, sem o benefício da informação que agora temos. Agora temos certeza de que o tempo indicado neste relatório não é exato", diz o comunicado.

De acordo com o xerife, os disparos contra a multidão começaram às 22h05 e a polícia chegou ao quarto do hotel às 22h17, ou seja, dois minutos depois de Paddock parar de atirar.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos