Polícia afegã evita atentado em Kabul com caminhão cheio de explosivos

Kabul, 15 out (EFE).- A Polícia do Afeganistão evitou um atentado em Kabul ao deter um agressor suicida com um caminhão repleto de recipientes com explosivos, um tipo de operação que lembra o de maio passado, quando uma grande explosão na capital provocou a maior chacina no Afeganistão desde 2001, com 150 mortos e 300 feridos.

Os agentes evitaram ontem à noite o atentado, quando o motorista não obedeceu as indicações da Polícia para que parasse em uma barreira no oeste de Kabul e abriram fogo contra ele, informou o Ministério de Interior afegão em um comunicado.

"O agressor suicida ficou ferido e foi detido", diz o comunicado, em que se detalha que o caminhão transportava 30 barris repletos de explosivos escondidos em "caixas de papelão para tomates".

"Ao desbaratar o atentado suicida prevenimos um grande e mortal ataque terrorista na cidade de Kabul", declarou o Ministério de Interior.

O porta-voz da Polícia de Kabul, Basir Mujahid, esclareceu em declarações à Efe que ainda que a carga explosiva dentre 500 e 700 quilogramas não era tão potente como a que transportava o caminhão do atentado de maio, continuava sendo "mortífera".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos