Portugal mobiliza mais de 1.000 bombeiros para combater 4 grandes incêndios

Lisboa, 15 out (EFE).- Mais de mil bombeiros combatem neste domingo quatro grandes incêndios no centro e no norte de Portugal, cujas autoridades mobilizaram quase 300 caminhões e oito meios aéreos.

O fogo que mais preocupa se encontra no município da Lousã, no distrito de Coimbra (centro do país), onde se concentram 390 bombeiros auxiliados por 106 caminhões e quatro meios aéreos, segundo dados da Autoridade Nacional de Proteção Civil.

Também são intensas as chamas na cidade de Seia, no distrito da Guarda (centro), onde trabalham 290 bombeiros, e em Monção, no distrito de Viana do Castelo (norte), onde há 179 bombeiros.

O último dos quatro grandes incêndios é o de Sertã, no distrito de Castelo Branco (centro), onde 163 bombeiros tentam controlar as chamas. Somados a estes quatro grandes focos, permanecem ativos mais de 40 incêndios de pequenas dimensões no centro e no norte de Portugal.

As altas temperaturas no país, além da escassez de chuvas nas últimas semanas, complicam o trabalho das autoridades, que estenderam o período crítico de incêndios florestais até o dia 31 de outubro. Esta é a segunda vez que se prolonga neste ano o período crítico de incêndios florestais, que usualmente termina em 30 de setembro.

Entre janeiro e setembro deste ano, foram afetados em Portugal 215.988 hectares florestais, o que representa 174% a mais que a média dos últimos dez anos, segundo dados do Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos