Ataque contra banco e igreja mata 6 policiais e 3 civis no Egito

Cairo, 16 out (EFE).- Pelo menos seis policiais do Egito e três civis morreram nesta segunda-feira em um ataque "terrorista" na cidade de Al Arish, no norte da Península do Sinai, informou à Agência Efe uma fonte de segurança.

Segundo essa fonte, pelo menos 17 pessoas ficaram feridas em dois ataques que tiveram como alvo uma agência do banco egípcio Al Ahli e uma igreja em Al Arish.

A fonte não indicou se há vítimas entre os "terroristas", nem o paradeiro dos agressores.

A agência oficial de notícias do país, "Mena", assegurou anteriormente que agentes de segurança conseguiram repelir o ataque lançado por "elementos terroristas" no Sinai, citando uma fonte do Ministério de Interior.

A agência destacou que os militares estão agora desativando as minas deixadas pelos "terroristas" na região.

Ontem, pelo menos seis soldados do exército egípcio e 24 jihadistas morreram em um ataque "terrorista" contra várias posições das forças de segurança nessa mesma cidade.

As forças armadas do Egito lutam contra grupos radicais no norte e no centro do Sinai, entre eles o braço local do Estado Islâmico, que expandiu sua atividade para além da península.

As forças de segurança do Egito são alvos frequentes de ataques nessa região do país, que aumentaram desde que o ex-presidente islamita Mohamed Mursi foi destituído em julho de 2013.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos