Argentina investiga se corpo encontrado em rio é o de jovem desaparecido

Buenos Aires, 17 out (EFE).- A Polícia da Argentina encontrou nesta terça-feira um corpo perto do rio Chubut, no sul do país, e investiga se ele é o do jovem Santiago Maldonado, que desapareceu após participar de um protesto reprimido por agentes.

Fontes da Polícia da Argentina informaram à Agência Efe que o corpo foi encontrado em um território ocupado pela comunidade mapuche Lof Cushmamen, em Esquel, na província de Chubut.

A descoberta ocorreu durante uma operação de busca ordenada pelo juiz que investiga o desaparecimento de Maldonado, Gustavo Lleral.

A imprensa local detalhou que o corpo, coberto por roupas escuras, foi encontrado por mergulhadores e cachorros perto de galhos, em uma depressão do curso d'agua.

O secretário de Direitos Humanos do governo da Argentina, Claudio Avruj está indo ao local com uma equipe de funcionários da pasta.

Maldonado, de 28 anos, foi visto pela última vez, segundo testemunhas, quando fugia de agentes da Gendarmaria após participar de um protesto indígena em Esquel no início de agosto.

Uma das principais suspeitas, sobretudo por parte da família e de órgãos de direitos humanos, é que as forças de segurança são responsáveis pelo desaparecimento.

O presidente Mauricio Macri garante que, desde a notícia do desaparecimento, está colaborando com a Justiça para esclarecer o caso. No entanto, o tema foi levado ao Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos, que pediu à Argentina para esclarecer o ocorrido e tomar as medidas para localizá-lo.

A Comissão Interamericana de Direitos Humanos publicou em agosto uma medida cautelar para proteger os direitos da vítima.

No meio da polêmica, em meados de setembro, um tribunal do país aceitou um recurso apresentado pela família de Maldonado contra o primeiro juiz do caso, Guido Otranto, acusando-o de não ser imparcial. Dessa forma, Lleral foi designado para as investigações.

A decisão ocorreu pouco depois de Otranto ter dito em entrevista que o mais provável é que o jovem tenha se afogado enquanto fugia, uma hipótese que não convencia a família de Maldonado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos