EUA "não descartam" conversas diretas com a Coreia do Norte

Tóquio, 17 out (EFE).- O subsecretário de Estado dos Estados Unidos, John J. Sullivan, afirmou nesta terça-feira, durante visita a Tóquio (Japão), que a Casa Branca "não descarta" a possibilidade de dialogar de forma direta com a Coreia do Norte, apesar o atual contexto de tensão entre os dois países.

Desta forma, Sullivan defendeu a diplomacia para resolver a crise na região, após se reunir com o seu homólogo japonês durante o segundo dia de sua viagem ao Japão, dentro de uma excursão asiática centrada na questão norte-coreana.

"Embora estejamos focados em levar a pressão (sobre a Coreia do Norte), não descartamos a possibilidade conversas diretas", afirmou Sullivan, após seu encontro com o vice-ministro das Relações Exteriores do Japão, Shinsuke Sugiyama, em declarações divulgadas pela emissora estatal "NHK".

"A nossa ênfase é na diplomacia para resolver este problema. No entanto, devemos estar preparados para o pior junto com nossos aliados Japão e a Coreia do Sul, entre outros, em caso de falha na diplomacia", afirmou o subsecretário dos EUA.

Estas declarações reafirmam o recente compromisso pelo diálogo do governo de Donald Trump antes da próxima excursão asiática do presidente, depois que Washington e Pyongyang começaram, no mês passado, em um cruzamento de ameaças que elevou a tensão até níveis inéditos.

Trump, que visitará a Coreia do Sul, Japão e China, assegura que segue buscando a solução diplomática antes de optar pela via militar, como o secretário de Estado, Rex Tillerson, afirmou no último final de semana.

Pequim insistiu na necessidade de negociações diretas entre Washington e o regime liderado por Kim Jong-un para resolver a situação, ainda que tanto os Estados Unidos como seu aliado Japão tenham rejeitado a via diplomática, a menos que Pyongyang renuncie ao desenvolvimento de mísseis balísticos e de bombas nucleares.
 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos