Nomeado de Trump para czar antidrogas retira sua candidatura após polêmica

Washington, 17 out (EFE).- O nomeado para ser o novo "czar" antidrogas do governo dos Estados Unidos, o legislador republicano Tom Marino, pediu para não ser considerado para o cargo, disse nesta terça-feira o presidente Donald Trump.

Trump anunciou a retirada de Marino em sua conta do Twitter e disse que ele é "um bom homem" e "um grande congressista".

A decisão de Marino de retirar sua candidatura para dirigir o Escritório de Política Nacional para o Controle de Drogas da Casa Branca chega após uma investigação conjunta realizada pelo jornal "The Washington" Post e o programa "60 Minutes", da emissora "CBS".

Essa investigação revelou, entre outras coisas, que Marino recebeu quase US$ 100 mil dólares da indústria farmacêutica enquanto patrocinava um projeto de lei no Congresso que debilitou a capacidade da DEA, a agência antidrogas dos EUA, para perseguir os fabricantes e distribuidores de opiáceos.

Ao ser perguntado nesta segunda-feira durante uma entrevista coletiva improvisada na Casa Branca por essa investigação, Trump disse que iria "revisar" o assunto, sem descartar a retirada da nomeação de Marino.

O vício em opiáceos nos EUA, onde em média morrem 91 pessoas por dia devido a esse problema, se transformou em uma verdadeira crise e Trump prevê declarar que a situação é de "emergência nacional" na próxima semana.

A declaração de emergência nacional "é um passo muito importante" e "o faremos a semana que vem", afirmou nesta segunda-feira o presidente americano, ao sublinhar que os EUA e o mundo inteiro "têm um problema de drogas".

Trump prometeu durante a campanha eleitoral do ano passado travar uma "batalha" contra as drogas, que em 2016 mataram quase 60 mil americanos, segundo dados preliminares do governo.

Em março, Trump criou uma comissão presidencial para combater a crise de opiáceos, grupo que é liderado pelo governador de Nova Jersey, o republicano Chris Christie.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos