Ex-primeiro-ministro paquistanês, Nawaz Sharif, é acusado de corrupção

Islamabad, 19 out (EFE).- Um tribunal do Paquistão acusou nesta quinta-feira de corrupção o ex-primeiro-ministro Nawaz Sharif, sua filha Maryam e o marido desta, Mohamed Safdar Awan, por causa de vários apartamentos que possuem em uma área exclusiva de Londres e que, segundo os Panama Papers, controlam através de sociedades em paraísos fiscais.

"Rejeitamos as acusações. Estão nos negando o direito fundamental à justiça", disse Maryam em entrevista após terminar a audiência, na qual esteve presente seu marido, mas não seu pai, que está em Londres acompanhando a esposa, que sofre de câncer.

A acusação por parte do tribunal do Escritório de Responsabilidade Nacional (NAB, órgão anticorrupção) foi feita depois desta instância rejeitar parar o processo até a publicação dos documentos pelos quais foi derrubada a apelação contra a inabilitação de Nawaz no dia 28 de julho.

Outra petição rejeitada pedia que o processo fosse paralisado até que seus advogados recebam os depoimentos de todas as testemunhas, e uma terceira solicitava que o tribunal juntasse os três casos contra a família em uma só causa.

Outros dois filhos de Nawaz, Hassan e Hussain, enfrentam outros casos separados, uma decisão tomada pela corte na semana passada depois que eles não apareceram para as quatro primeiras audiências realizadas até então.

Os Sharif enfrentam três casos de corrupção, depois que o NAB abriu três inquéritos contra eles seguindo uma sentença do Tribunal Supremo de 28 de julho, na qual o ex-premiê foi sancionado.

Os três casos estão relacionados à propriedade de apartamentos em uma área exclusiva de Londres, a criação das companhias Azizia Steel e Hill Metal, e outro pela empresa de investimentos Flagship e mais 15 companhias.

Sharif renunciou no dia 28 de julho depois que o Tribunal Supremo o afastou por causa de sua falta de "honestidade".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos