Líderes da UE apoiam acordo nuclear iraniano e novas sanções a Pyongyang

Bruxelas, 19 out (EFE).- Os chefes de Estado e de governo da União Europeia (UE) demonstraram apoio nesta quinta-feira ao acordo nuclear com o Irã, assim como às novas sanções econômicas adotadas de forma autônoma pela UE contra a Coreia do Norte por causa dos testes do país com armas nucleares e mísseis.

"O Conselho Europeu reafirma seu total compromisso com o acordo nuclear iraniano", afirmaram os líderes em conclusões feitas durante a cúpula realizada em Bruxelas, que termina na sexta-feira

Os representantes dos Estados-membros respaldaram a declaração elaborada na segunda-feira passada pelos ministros das Relações Exteriores, na qual se comprometeram a "continuar a implementação total e efetiva de todas as partes do acordo" firmado pelo Grupo 5+1 (Estados Unidos, França, Reino Unido, China, Rússia e Alemanha) com o Irã para que o programa nuclear do país seja pacífico.

A UE garante assim o apoio do bloco a um acordo que o presidente dos EUA, Donald Trump, pôs em interdição e sobre o qual o Congresso americano deverá se pronunciar.

O Conselho Europeu também exigiu que a Coreia do Norte cumpra "completa e incondicionalmente" suas obrigações de abandonar os programas nucleares e de mísseis balísticos, como parte das resoluções do Conselho de Segurança da ONU, e pediu que essa renúncia seja "verificável" e "irreversível".

"O recente comportamento da Coreia do Norte é irreversível e representa uma ameaça significativa para a península da Coreia e além", indicaram os líderes comunitários, segundo os quais "a paz duradoura e a desnuclearização da península da Coreia devem ser alcançadas através de meios pacíficos" e de um diálogo "crível e significativo".

Os líderes lembraram que a UE endureceu na segunda-feira passada o regime de sanções econômicas autônomas do bloco contra Pyongyang e acrescentaram que o Conselho Europeu "considerará mais respostas em consulta estreita com os seus sócios" e continuará "urgindo" para que outros países "implementem totalmente as sanções da ONU" contra a Coreia do Norte.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos