Neto de Brezhnev processa empresa por usar imagem do ex-líder soviético

Moscou, 20 out (EFE).- Andrei Brezhnev, neto do ex-líder soviético Leonid Brezhnev, apresentou uma ação contra a empresa Time Presents em um juizado de Novosibirsk, na Sibéria, por utilizar a imagem de seu avô com fins publicitários, informaram nesta sexta-feira os meios de comunicação locais.

"Não quero tirar nenhum proveito econômico com isto. Mas me dói que aconteça algo assim", afirmou o neto do dirigente soviético para justificar a sua ação.

A ação se refere a um cartaz que foi colocado em dezembro de 2016 na fachada dos armazéns TsUM dessa cidade siberiana como publicidade da famosa marca de canetas Parker. Nele aparecia uma assinatura manuscrita com a frase "A economia deve ser econômica", que o lendário líder soviético pronunciou em 1981.

Segundo Andrei Brezhnev, a empresa de publicidade não entrou em contato com a família do ex-secretário-geral do Partido Comunista da União Soviética e elaborou o cartaz "por sua conta e risco".

"A família não gosta que a imagem de Leonid Ilich (Brezhnev) seja usada em uma publicidade, é inaceitável que um secretário-geral (...) promova um papel higiênico ou uma nave espacial, não é o seu nível", comentou.

Por sua parte, representantes da empresa de publicidade asseguraram que não tinham intenção de fazer uso da imagem de Brezhnev sem o consentimento dos seus herdeiros.

"É uma imagem fictícia, e se alguém vê Brezhnev nela é apenas como fruto da sua imaginação", argumentou o chefe da empresa, Evgueni Yadrishnikov.

A audiência preliminar sobre o caso foi fixada para o próximo dia 13 de novembro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos